1


Kit Ayslim + Koubo - 60 cápsulas - Fórmula Magistral
Ref. 4955

Disponibilidade:

De R$ 194,40

Por R$ 186,40
R$ 177,08 à vista no boleto!

Parcele em até 6x no cartão de crédito.

1x R$ 186,40 sem juros
2x R$ 93,20 sem juros
3x R$ 62,13 sem juros
4x R$ 50,14 com juros
5x R$ 40,69 com juros
6x R$ 34,40 com juros

Este Kit contém: 1 Frasco Extrato de Manga Africana 60 Cápsulas + 1 Frasco Extrato de Cactus Cereus SP 60 Cápsulas - Fórmula Magistral

Extrato de Manga Africana (Ayslim): consiste do extrato das sementes de uma árvore natural da África e do suleste asiático, chamada Irvingia gabonensis, algumas vezes conhecida pelo nome popular de wild mango, African mango ou bush mango. Estudos epidemiológicos realizados em populações tribais da África descobriram que os povos de certa região apresentavam baixa incidência de obesidade, diabetes e doenças relacionadas devido ao uso constante de uma pasta feita das sementes da Irvingia com a finalidade de espessar sopas. Esta descoberta levou ao desenvolvimento de um extrato concentrado de Irvingia que reduz medidas pela queima de gordura ao mesmo tempo em que controla a deslipidemia, reduzindo o colesterol LDL e triglicerídeos e melhorando os níveis do colesterol HDL, assim como reduz os níveis de glicose no sangue.



Composição: 

Extrato de Manga Africana.............500mg

Excipiente QSP..............................1 cápsula

Quant.: 60 cápsulas.

Validade: 4 meses.



Posologia: Tomar 1 cápsula 2x ao dia, antes das principais refeições, conforme a orientação de um profissional habilitado.

Indicação:

- Ajuda no controle da taxa glicêmica e colesterol;

- Tem efeito laxativo;

- Promove saciedade.

Extrato de Cactus Cereus SP:

O extrato da cactácea Cereus SP é uma deliciosa fruta muito popular no agreste brasileiro com ação na redução do apetite, consequentemente atua no controle de peso corporal em dietas de emagrecimento hipocalóricas. Estudos científicos e testes laboratoriais, realizados pelo Grupo Pharmacopéia CIL (Brasil) constataram que o Cactus Cereus possui propriedades importantíssimas no processo de emagrecimento. Verificou-se que o extrato da fruta, ingerida em cápsulas ou Spray, diminui a vontade de comer doces e atua como moderador natural de apetite. O Cactus Cereus ainda favorece a quebra e a eliminação de moléculas de gorduras localizadas.

Composição: 

Extrato da cactácea Cereus SP..................200mg

Excipiente QSP.....................................1 Cápsulas

Quant.: 60 cápsulas.

Validade: 4 meses.



Posologia: Tomar 1 capsula 2x ao dia, 2 horas antes do almoço e jantar, conforme orientação de um profissional habilitado.



Indicação:

- Diminui a vontade de comer doces;

- Auxilia nos regimes de emagrecimento;

- Antioxidante;

- Diurético;

- Combate o colesterol.



Advertências:

1. Nunca compre medicamento sem orientação de um profissional habilitado.

2. Imagens meramente ilustrativas.

3. É recomendável uma dieta e exercícios físicos para auxiliar a redução de peso.

4. Pessoas com hipersensibilidade à substância não devem ingerir o produto.

5. Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o prescritor.

6. Não use o medicamento com o prazo de validade vencido.

7. Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da luz, do calor e da umidade. Nestas

condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade

indicado na embalagem.

8. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

9. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.

10. Embora não existam contra-indicações relativas a faixas etárias, recomendamos a utilização do

produto para pacientes de idade adulta.

11. Este medicamento não deverá ser partido ou mastigado.

12. Siga corretamente o modo de usar. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação

médica.

13. O uso do medicamento durante o período de amamentação também não é recomendado.

14. "SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO ou FARMACÊUTICO DEVERÁ SER CONSULTADO"

15.  A manipulação é feita conforme prescrição de profissional habilitado

*Imagens meramente ilustrativas 



Referências:

1. Ngondi, J. L. et al. Glycaemic variations after administration of Irvingia

gabonensis seeds fractions in normoglycemic rats. Afr J Trad, Compl Alter

Med, 3 (4): 94-101, 2006.

2. Ngondi, J. L.; Oben, J. E.; Minka, S. R. The effect of Irvingia gabonensis

seeds on body weight and blood lipids of obese subjects in Cameroon. Lipids

Health Dis, 4: 12, 2005.

3. Oben, J. E.; Ngondi, J. L.; Blum, K. Inhibition of Irvingia gabonensis seed

extract (OB131) on adipogenesis as mediated via down regulation of the

PPARgamma and Leptin genes and up-regulation of the adiponectin gene.

Lipids Health Dis, 7: 44, 2008.

4. Tavares, V; Hirata, M. H.; Hirata, R. D. C. Receptor Ativado por

Proliferadores de Peroxissoma Gama (PPARR): Estudo Molecular na

Homeostase da Glicose, Metabolismo de Lipídeos e Abordagem Terapêutica.

Arc Bras Endocrinol Metab, 51 (4): 526-533, 2007.

5. en.wikipedia.org/wiki/Irvingia

1. MARZZOCO , Anita; TORRES, Bayardo B.; Bioquímica Básica. 3ª edição, Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2007. 33. TORRZAN, R. Processo de produção. In: iniciando um pequeno grande negócio agroindustrial: frutas em calda.

2. RANG, H. P., DALE, M. M., RITTER, J. M. ; Farmacologia, 4ª edição, pp.322, Rio de Janeito: Guarabara Koogan, 2001. geléias e doces. Embrapa Informação Tecnológica, p.11-84, 2000.

3. WILMORE, Jack H., COSTILL, David; Fisiologia do esporte e do exercício. Manole. Segunda edição. 34. BARBOSA, A. S.; ARAÚJO, A. P.; CANUTO, T. M.; DANTAS, J. P. Avaliação da composição química do mandacaru advindo da Caatinga semi-árida paraibana. I Congresso Norte-Nordeste de Química, Natal, campus da UFRN, 2-4 de abril.

4. ARAGÃO, T.C.F .R; SOUZA, P.A.S.; UCHÔA, A.F; COSTA, I.R.; BLOCH Jr , C.; CAMPOS, F .A.P. Characterization of a 2007. methionine-rich protein from the seeds of Cereus Jamacaru Mill (cactaceae). Brazilian journal of medical an biological research, 2000. 35. SADILVA, L. R.; COSTA, T. G. P.; ARAÚJO FILHO, J. M.; PINTO, M. S. C.; MACHADO, F . L. C. ALVES, R. E. Composição químico-bromatológica de frutos de mandacaru. XX Congresso Brasileiro de Fruticultura e 54th Annual Meeting of the 

5. DAVET, A. Estudo fitoquímico e biológico do cacto - Cereus jamacaru De Candolle, Cactaceae. Dissertação de Interamerican Society for Tropical Horticulture, Centro de Convenções, Vitória/ES, 12 de Outubro de 2008. Mestrado, Ciencias da Saúde: UFPR.2005. 36. BARBOSA, H. P. Tabela de Composição de Alimentos do estado da Paraíba "Setor Pecuário". 2. Ed. UFPB/ FAPEP, p. 23- 

6. FONSECA, Vania M.; SICHIERI, Rosely, VEIGA, Glória Valéria; Fatores associados à obesidade em adolescentes; 188, 1996. Revista saúde Pública, 32 (6): 541-9,1988. 37. MAYWORM, M. A. S.; SALANTINO, A. Teores de óleo e composição de ácidos graxos de sementes de Cereus jamacaru

7. TESORIERE, L.; Absorption, excretion and distribution of dietary antioxidant betalain in LDLs: potencial helth effects of DC ( Cactaceae), Zizyphus joazeiro Mart. (Rhamnaceae) e Anadenanthera colubrina (Benth) Brenan Var . Cebil ( Griseb) Von betalains in human. Am J Clin Nutr 2004; 80:941-5 Altschul. (Mimosaceae). 

8. ADES, Lia; KERBAUY, Rachel R.; Obesidade: realidade e indagações; Psicologia USP, vol. 13 nº1, São Paulo, 2002. 38. ARAGÃO, T. C. F . R.; SOUZA, P. A. S.; UCHOA, A. F .; COSTA, I. R.; BLOCH JR., C; CAMPOS, F . A. P. Characterization of a methionine-rich protein from the seeds of Cereus jamacaru Mill. (cactaceae). Brazilian Journal of Medical and Biologival 

9. CRONQUIST, A. na integrated system of classification of flowering plants. NT, Clumbia University Press, 1981 Research, v. 33, pp. 897-903. 2000. 

10. JOLY, A. B. Botânica: introdução a taxonomia vegetal. 7ªed., São Paulo, ED. Nacional, 1985 39. DA COSTA, I. R.; SOUZA, P. A. S.; BLOCH JR., C.; LLAMOCA-ZÁRATE, R. M.; CAMPOS, F . A. P. Isolation and Characterisation of a Reserve Protein from the Seeds of Cereus jamacaru ( Cactaceae). Brasilian Archives of Biology and 

11. Britton, N.; ROSE, J. The Cactaceae: descriptions and illustrations of plants of the cactus family . V. I e II, NY , Dover Techonology, v.44, pp.331-335, 2001. Publications, 19198, . p. 3-23; 197-209.



Para avaliar este produto é necessário estar logado!clique aqui para entrar

Avaliar





...

Produtos que você também pode gostar:















    Receba promoções e novidades diretamente no seu email

    Nos acompanhe



    Siga-nos no Instagram: #biformula